terça-feira, 8 de julho de 2014

A alimentação da noiva- do período pré-casamento ao grande dia

A correria com todos os preparativos do casamento faz com que a noiva não dê tanta atenção a sua alimentação, pois os horários ficam desregrados, ela passa longos períodos sem comer nada e quando come acaba abusando na alimentação, comendo mais e muitas vezes alimentos não saudáveis como: fast foods, salgadinhos, frituras, embutidos, alimentos industrializados, doces, etc.

Outro fator que também atrapalha a alimentação da noiva é a ansiedade, pois nesse período é comum as noivas estarem extremamente ansiosas, e a ansiedade é um fator que prejudica muito o peso, pois muitas vezes essa mulher desconta a ansiedade em alimentos, principalmente carboidratos, doces e chocolates.

A correria dos preparativos junto com a ansiedade pode fazer a noiva engordar e cada quilo em excesso é percebido, principalmente por ela quando vai vestir o vestido do grande dia.



Dicas para uma alimentação equilibrada no período pré casamento:

Para a questão da ansiedade, é necessário incluir na dieta diariamente, alimentos fonte de triptofano (um aminoácido precursor de serotonina que é o neurotransmissor responsável pela sensação de bem estar).
Alimentos fonte de triptofano: banana, kiwi, aveia, quinua, frutas secas, arroz integral, feijões, lentilha, nozes, castanhas, aveia.
Os chás como camomila, capim limão, erva cidreira e erva doce são bem vindos porque ajudam a acalmar.

Para assegurar a energia da noiva, a ingestão de alimentos fonte de carboidrato também é importante. Sem o carboidrato não temos energia para nada. O cuidado deve ser com o excesso de carboidrato, pois o excesso vira gordura no nosso organismo e escolher sempre o carboidrato integral.
Alimentos fontes de carboidrato: pão, macarrão, arroz, aveia, produtos a base de farinha de trigo (o ideal é que seja integral).

Outra recomendação importante é o consumo de proteínas magras (carnes magras, peixe, frango, ovo).

As vitaminas e os minerais são essenciais para o bom funcionamento do organismo e o emagrecimento, por isso, o consumo de frutas, verduras e legumes é importante.

A hidratação também é fundamental nesse período, beber muita água ao longo do dia. 

Se a noiva já estiver acima do peso, o ideal é fazer um acompanhamento com nutricionista e iniciar uma reeducação alimentar no mínimo 3 meses antes do casamento.

Dicas de alimentação para ficar bem no grande dia:
Beber bastante água, além de ajudar a diminuir a retenção de líquidos, auxilia na hidratação e na eliminação de toxinas.
Aumentar o consumo de alimentos diuréticos, eles irão auxiliar a não reter líquidos durante o processo de perda de peso. Alguns exemplos deles são: melão, hortelã, abacaxi, melancia, salsão, coentro, salsa, chá de dente de leão, chá de cavalinha, entre outros.

Evitar alimentos ricos em sódio, pois o sódio aumenta a retenção de líquido no organismo,
deixando a noiva mais inchada no dia do  casamento. Os alimentos ricos em sódio são:
mortadela, presunto, salame, alimentos enlatados, salsicha, linguiça, macarrão instantâneo,
temperos prontos, salgadinhos, etc.

Para evitar gripes e resfriados, consuma frutas cítricas diariamente (limão, laranja, acerola,
etc). A vitamina C presente nelas atua no sistema imunológico e equilibrar o organismo.

Evite alimentos gordurosos, frituras, bebidas gaseificadas, doces e açúcar.

Brunna Maria de M. G. Reis

Nutricionista

quarta-feira, 2 de julho de 2014


Biomassa de banana verde: 


A banana verde é considerada um alimento funcional, quando cozida apresenta uma grande quantidade de amido resistente. 

O amido resistente é um prebiótico, serve como fonte de energia para a produção de bactérias benéficas no intestino. 

A banana verde é um alimento de baixo índice glicêmico, ou seja, sua digestão e absorção são mais lentas, assim a quantidade de glicose liberada no sangue ocorre aos poucos, reduzindo a liberação de insulina, isso contribui para a prevenção e controle do diabetes e gordura abdominal. 

Estudos indicam que o amido resistente também atua na redução do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares. 

A biomassa de banana verde pode ser adicionada em sucos, vitaminas, sopas e a farinha de banana verde pode ser usada em bolos, massas, etc. 

COMO FAZER A BIOMASSA: 

1. Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, utilizando esponja com água e sabão e enxágüe bem;
2. Em uma panela de pressão com água fervente (para criar choque térmico), cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água por 20 minutos;
3. Desligue o fogo após os primeiros 8 minutos, e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas;
4. Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo;
5. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela;
6. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar;
7. Coloque a quantidade desejada da polpa cozida quentíssima no processador;
2. Processe até obter uma pasta bem espessa;
3. Se não for utilizar imediatamente, guarde a polpa em saco plástico. Essa polpa pode ser guardada por 3 a 4 meses no congelador, mas necessitará de um reprocessamento.


Brunna Reis
NUTRICIONISTA 

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Emagrecimento no inverno:





Você sente mais fome no frio??? Isso é normal! Acontece porque o metabolismo fica mais acelerado.
 Como a temperatura fica abaixa, o organismo tem que trabalhar para manter a temperatura corpórea normal, isso faz com que o corpo gaste muita energia. 
E para que essa energia gasta seja resposta o corpo pede por alimentos, que na maioria das vezes são os mais calóricos e que trazem mais saciedade como cremes, chocolate, tortas, sopas acompanhada de pães, etc.

Precisamos aproveitar essa época do ano em que o metabolismo trabalha mais para perder peso, porém não é isso que acontece com a maioria das pessoas.

Como o apetite por alimentos calóricos aumenta e a prática de exercícios físicos  diminui, acontece o ganho de peso.

As pessoas não tem pique para ir até a academia se exercitar ou caminhar e correr no parque devido as baixas temperaturas, acabam ficando em casa para se sentirem aquecidas e acabam tendo um aumento na ingesta calórica por ficarem em casa.
Muitos tem o argumento do frio para justificar o ganho de peso e “fugirem” da dieta.
Mas se as pessoas tiverem consciência da importância de uma alimentação adequada e saudável elas terão o inverno como um facilitador para o emagrecimento, pois o metabolismo está em constante trabalho, gastando energia. Por isso é importante manter uma alimentação saudável e equilibrada e a prática de exercícios físicos também no inverno.


 


Dicas para manter a alimentação saudável no frio:

Em 1º lugar é ter consciência da importância da alimentação saudável e não utilizar o frio como desculpa para o abuso alimentar e para o ganho de peso e sim aproveitar essa época para reduzir alguns quilinhos.

Algumas dicas importantes são:

- Comer a cada 3 horas, isso faz com que a pessoa sinta mais saciedade e não abuse tanto nas porções.

- Adicionar nas refeições ervas e especiarias como: alecrim, páprica, gengibre, pimenta-do-reino, são
 alimentos com baixa caloria e favorecem a sensação de calor.

- Evite passar frio, mantenha-se bem aquecido,pois o frio aumenta muito a fome!

 - No frio, algumas pessoas não gostam de consumir saladas cruas, então podemos fazer esses vegetais folhosos aquecidos, refogados, trará mais saciedade e mais prazer na alimentação.

-Fazer frutas cozidas:  maçã, banana, pêras cozida com canela. Além de ser uma opção de sobremesa menos calóricas, teremos os benefícios das vitaminas, minerais e fibras das frutas e o benefício da canela. A canela é um alimento termogênico, acelera o metabolismo e também tem o poder de reduzir os níveis glicemicos do sangue, fazendo com que a pessoa não tenha vontade de comer doces, pães e outros carboidratos.

- Consumir sempre o carboidratos na forma integral, pois eles contém fibras que  ajudam no controle da glicose sanguínea, o que já ajuda no emagrecimento e na redução da compulsão por outros carboidratos (muito comum nessa época do ano), dão mais saciedade, isso faz com que reduza a ingestão de outros alimentos.

- Consumir sopas de legumes (com variedade de vegetais e legumes cozidos), isso faz com que mantenha o corpo aquecido. Adicionar cenoura para que dê uma consistência mais grossa e traga saciedade. 

- Evitar sopas e caldos cremosos, com adição de leite, creme de leite, queijos variados.

- Evitar os adicionais quando for consumir sopas (pães, tortas, croissants, queijos variados).

- Usar e abusar de chá de frutas e folhas como morango, maçã, amora, laranja, camomila, hortelã, erva cidreira, são opções gostosas que mantém o corpo aquecido. Levar o chá para o trabalho dentro de uma garrafa térmica e tomar durante o expediente, adicionar o gengibre é uma ótima opção, pois o gengibre mantém o corpo bem aquecido e eleva o metabolismo basal, facilita o emagrecimento.
  
- Bebidas alcoólicas com moderação e dar preferência ao vinho tinto que tem substâncias que são ricas em antioxidantes e benéficas ao coração.

- Hidratar-se bem, apesar de não sentirmos muita sede no inverno é importante manter uma ingesta hídrica adequada.

- Deixe a preguiça de lado e enfrente o frio para aproveitar o metabolismo acelerado para perder peso!!!


Nutricionista Brunna Reis
CRN 26608

segunda-feira, 16 de junho de 2014



Pensamentos sabotadores e pensamentos positivos e motivadores dentro da reeducação alimentar:


Você está disposto a emagrecer, ter bons hábitos, ganhar mais saúde, mas nunca consegue seguir a dieta por mais de 1 ou no máximo 2 semanas?

O que pode estar te atrapalhando são os “pensamentos sabotadores”!!!

Leia abaixo os pensamentos sabotadores mais comuns e verifique se você tem um ou mais desses pensamentos quando está dentro de alguma dieta ou mudança geral de hábitos:

- Sei que não devo comer isto, mas não me importo!
- Se eu comer isto somente desta vez, não terá problema!
- Tive um dia difícil. Mereço comer o que eu quiser!
- Não consigo resistir a essa comida!
- Estou chateado. Tenho que comer para me sentir melhor.
- Já que comi o que não devia, vou continuar até o fim.
- É muito difícil. Não quero continuar fazendo dieta.
- Estou estressado. Preciso comer para desestressar.
- Estou irritado. Vou comer um doce para acalmar.  
- Nunca vou emagrecer.

Esses pensamentos além de negativos, são indutores de uma dieta desequilibrada, sem sucesso.

Todas as vezes que você tiver esse tipo de pensamento, pense:

- Eu quero ser magro!
- Estou apenas tentando me enganar.
- Se eu comer isto, sentirei prazer por alguns segundos, mas depois irei me sentir mal.
- Eu posso resistir.
- Para mim é muito mais importante emagrecer do que ter alguns segundos de prazer.
Coloque sempre em prática pensamentos positivos,  bons hábitos, boas escolhas alimentares.
Tenha  sempre á  vista suas metas e objetivos (num painel, na geladeira, no guarda- roupa).
O pensamento positivo é tão importante para a sua vida como para a sua dieta.




Fonte:  Pense magro- A dieta definitiva de Beck 


Brunna Reis
Nutricionista
CRN 26608
MEDICAMENTOS EMAGRECEDORES: EFEITOS COLATERAIS



A  obesidade é considerada uma doença de origem inflamatória, onde há vários fatores  para que uma pessoa seja obesa como: alimentação inadequada, hábitos inadequados, sedentarismo, exposição á toxinas ambientais, estresse, desequilíbrios hormonais, ansiedade, etc.

Até 2015, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), teremos 2,3 bilhões de pessoas com excesso de peso e 700 milhões de obesos na Terra.

É considerada uma pessoa com sobrepeso aquela que apresenta um IMC acima de 25Kg/m2 e é considerado obeso aquele que apresente o IMC acima de 30Kg/m2.
No Brasil, uma em cada 3 crianças precisam emagrecer.

A obesidade deixa a pessoa propensa a desenvolver doenças cardiovasculares, além de vários sintomas que atrapalham a vida como: cansaço, fadiga, queda de cabelo, depressão, baixa auto estima, isolamento social, depressão, acne, sistema imunológico baixo, etc.

A maioria das pessoas que precisam e querem perder peso, desejam que isso aconteça de um dia para o outro, ou seja, dormir obeso e acordar magro. Por isso, muitas vezes recorrem a cirurgia bariátrica (mesmo sem ter a indicação para realizar), entre outros métodos invasivos ou uso de medicamentos emagrecedores.

Abaixo uma lista dos medicamentos mais conhecidos e alguns possíveis efeitos colaterais:

- Victoza: este medicamento deve ser usado apenas por diabeticos tipo 2, porém muitas pessoas usam com o intuito de perder peso.
Efeitos colaterais: náuseas, diarréia, hipoglicemia, pancreatite, alterações das funções renais e hormonais (tireóide).

- Sibutramina: esse é o mais comum. Usado para reduzir a fome e a compulsão alimentar.
Efeitos colaterais: aumento de pressão arterial e frequência cardíaca, dor de cabeça, sensação de boca seca, insônia, prisão de ventre.
A sibutramina é o principio ativo de medicamentos como: plenty, reductil, biomag, vazy, saciette.

- Rimonabanto: O acomplia, nome comercial parou de ser fabricado em 2008, depois a agência reguladora de medicamentos da Europa, a European Medicines Agency, chegou à conclusão de que os benefícios não eram maiores que os riscos. A Anvisa suspendeu a importação do medicamento e do princípio ativo dez dias depois desse anúncio. 
Efeitos colaterais: propensão duas vezes maior a desenvolver transtornos como a depressão. 

- Fluoxetina: o objetivo da fluoxetina, encontrada no Prozac é melhorar o humor, mas ela acaba emagrecendo por diminuir a vontade de comer doces. Após 3 meses a ânsia por açúcar volta. Remedios como a sertralina e daforin também são usados esperando efeitos parecidos. 

- Orlistate: é um inibidor de absorção de gorduras que age em um receptor de parede intestinal. Ele compete com as substâncias que vão engordar as células adiposas (células de gordura) e garantem que parte delas não entrem no organismo. Nas farmácias é encontrado no Xenical, no lipiblock e no lystate.


FONTE: ABESO


Não existe fórmula mágica e nenhum método que fará você perder peso rápido sem os possíveis efeitos colaterais, nenhum vale a pena. 

A única solução é: alimentação saudável, bons hábitos e praticas de exercícios físicos. 



Brunna Reis
Nutricionista
CRN 26608

segunda-feira, 9 de junho de 2014

CHÁ VERDE

Camelia sinensis (chá verde) é um potente antioxidante e antiinflamatório, inibe a ativação do fator NF-kB, que é um ativador de inflamação no organismo.
O chá verde também apresenta substâncias termogênicas,  que ajuda na perda de peso, além disso é rico em catequinas que ajudam a controlar o colesterol.
O ideal é consumir sempre longe das principais refeições, devido o teor de taninos e cafeína no chá, que impedem a absorção de alguns nutrientes. Então, se você consome chá verde com as principais refeições você pode prejudicar a absorção de alguns nutrientes, como o ferro, por exemplo.


Devido a presença da cafeína no chá verde, o ideal é que seja consumido até no máximo ás 16hs para não prejudicar a qualidade do sono.
ATENÇÃO: Nem todos podem consumir o chá verde, indivíduos hipertensos e com alterações na tireoide, gestantes e lactantes devem evitar o consumo desse chá.
Estudos indicam que para se ter o efeito esperado do chá verde o ideal e consumir de 3 a 5 xícaras por dia.
O consumo do chá verde ajuda no emagrecimento, porém não é nenhum fórmula mágica para o emagrecimento. O consumo de chás auxiliam no emagrecimento quando combinado a hábitos saudáveis (alimentação e exercícios).

Brunna Reis
Nutricionista

sexta-feira, 6 de junho de 2014



BATATA DOCE







É uma fonte de carboidrato vegetal maravilhosa e cheia de benefícios para a nossa saúde!!!

A batata doce é uma excelente fonte de vitamina A (betacaroteno), vitamina C e E, além do complexo B, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio.

A vários tipos de batatas. 

A batata inglesa é a mais consumida, porém a batata doce é MUITO mais nutritiva. 

Existem quatro tipos de batata-doce no Brasil, classificados segundo a cor da polpa: 
1) a batata-branca (também denominada angola ou terra-nova) não é muito doce e apresenta polpa bem seca; 
2) a batata-amarela também apresenta polpa seca, embora mais adocicada; 
3) a batata-roxa apresenta casca e polpa dessa cor, sendo a mais apreciada pelo sabor e pelo aroma; 4) a batata-doce-avermelhada (conhecida pelos nordestinos como coração-magoado) tem casca parda e polpa amarela, com veios avermelhados ou mesmo roxos.

A cor amarelada deve-se a presença de betacaroteno, umas substância que protege contra o câncer de mama e próstata, já a cor roxa confere a presença de uma substância denominada antocianinas, pigmentos naturais que também possui ação antioxidante, protege contra o câncer, previne o envelhecimento precoce. 

A batata inglesa é MENOS calórica do que a batata doce, porém é rica em carboidrato de alto índice glicêmico. O consumo elevado desse alimento leva ao ganho de gordura, pois faz com que o pâncreas produza muita insulina, a insulina leva a glicose para a célula e estimula o organismo a armazenar gordura (quando consumida em excesso). 

A batata doce é fonte de carboidrato de BAIXO índice glicemico, que é absorvido lentamente no organismo, estimula pouco a liberação de insulina, reduzindo o risco de diabetes, obesidade e ajuda a controlar o apetite. 

Podemos utilizar a batata doce de várias maneiras: assada, cozida, em formas de purês, em substituição as massas que contém farinha de trigo, em sopa de legumes, etc. 

Brunna Reis
Nutricionista